segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Amizade

Preciso de Alguém Que me olhe nos olhos quando falo. Que ouça as minhas tristezas e neuroses com paciência. E, ainda que não compreenda, respeite os meus sentimentos. Preciso de alguém, que venha brigar ao meu lado sem precisar ser convocado;

Alguém Amigo o suficiente para dizer-me as verdades que não quero ouvir, mesmo sabendo que posso odiá-lo por isso. Nesse mundo de céticos, preciso de alguém que creia, nessa coisa misteriosa, desacreditada, quase impossível:

- A Amizade.

Que teime em ser leal, simples e justo, que não vá embora se algum dia eu perder o meu ouro e não for mais a sensação da festa.

Preciso de um Amigo que receba com gratidão o meu auxílio, a minha mão estendida. Mesmo que isto seja muito pouco para suas necessidades.

Preciso de um Amigo que também seja companheiro, nas farras e pescarias, nas guerras e alegrias, e que no meio da tempestade, grite em coro comigo: "Nós ainda vamos rir muito disso tudo” e ria muito.

Não pude escolher aqueles que me trouxeram ao mundo, mas posso escolher meu Amigo. E nessa busca empenho a minha própria alma, pois com uma Amizade Verdadeira, a vida se torna mais simples, mais rica e mais bela ...

-Charlie Chaplin

domingo, 6 de setembro de 2015

Critérios para saber se você está se divertindo em um bar, festa, show ou evento

1. Não ter filas com mais de 20 minutos de duração (na verdade, NÃO TER FILAS; mas estou sendo flexível). As filas e a demora para se acomodar devem ser inversamente proporcionais ao valor do ingresso que você pagou.

2. Ter a escolha de ficar sentado ou em pé (se não houver opção, ao menos conseguir abaixar os braços, caso tenha entrado com os braços para cima, ou levantá-los, no caso de ter entrado com eles abaixados)

3. Conseguir ir a um banheiro sem ter de esperar muito (ver item 1) ou sem ter de se preocupar se vou adquirir alguma síndrome tropical desconhecida.

4. Conseguir fazer um pedido no balcão sem parecer que é um desabrigado em uma região de tragédia, segurando a ficha de consumação como se fosse o vale racionamento, sacundindo-o no nariz do barman/garçon ao lado de todos os outros esfomeados/sedentos

Se o evento, balada ou festa de garagem em questão não atende a um dos itens acima, há a possibilidade de que você não esteja realmente se divertindo, mas talvez você consiga se convencer de que está. Sobretudo se pagou caro por ele.

- Alessandro Martins

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Não há nada que ensine mais do que se reorganizar depois do fracasso e seguir em frente. Mas a maioria das pessoas fica paralisada de medo. Elas têm tanto medo do fracasso que acabam fracassando. Estão condicionadas demais, acostumadas demais que digam o que devem fazer. Começa com a família, passa pela escola e entra no mundo dos negócios.
- Charles Bukowski