quinta-feira, 24 de abril de 2014

Seja gentil com qualquer pessoa, independente do gênero, da cor, da idade – diferente do cavalheirismo, em que só o homem faz algo para uma mulher, a gentileza não tem gênero. O cavalheirismo é só outro nome para uma atitude paternalista, que pressupõe que a mulher é incapaz e que precisa de um homem para abrir a porta, para carregar uma sacola pesada ou coisa do tipo. Já ser gentil significa que você vai segurar a porta independente de quem estiver entrando depois de você, seja uma mulher, uma senhora, o porteiro, uma criança ou um lutador de vale-tudo. Enquanto só um homem pode ser cavalheiro, tanto homens quanto mulheres podem ser gentis. Ou seja: a gentileza pode ser praticada por qualquer pessoa em favor de qualquer pessoa. Ser gentil também significa que você vai fazer algo bom para as pessoas sem esperar nada em troca, muito menos uma chuva de confetes. Afinal, ser gentil e ter empatia é o requisito mínimo para um ser humano decente.

Aline Valek