segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

A solidão é um egoísmo: ninguém reclama “estar sozinho”, sente “vazio existencial”, ou quaisquer outros desses caprichos bem-alimentados, quando está ouvindo, acolhendo, se doando para outra pessoa.

Narciso não estava só: ele tinha seu reflexo.

Alex Castro