terça-feira, 30 de julho de 2013

Mas entre esses devaneios grandes demais, aos quais se entregavam com estranha condescendência, e a nulidade de suas ações reais, nenhum projeto racional, que conciliasse as necessidades objetivas e suas possibilidades financeiras, vinha se inserir. A imensidão dos desejos os paralisava.
— Georges Perec