terça-feira, 30 de julho de 2013

A realidade é inacabada, é um eterno e caótico fluir. Devemos reconhecer a incompletude e a incerteza da realidade (…)
Sebastiana L. B. Lana